Inscrições abertas para o curso Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Imigração e no Refúgio

Brasília - Organizações da sociedade civil e profissionais da saúde que trabalham diretamente com pessoas refugiadas e migrantes na área de saúde mental já podem se inscrever no curso “Saúde Mental e Atenção Psicossocial na imigração e no refúgio” a partir desta terça-feira (25). A capacitação online é gratuita e terá 25 vagas.

Resultado de uma parceria entre a Organização Internacional para as Migrações (OIM), o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e o Núcleo de Pesquisa Contato entre Culturas, Imigração, Saúde Mental e Interculturalidade da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a iniciativa visa fortalecer a rede de organizações e qualificar o atendimento psicossocial de migrantes e refugiados que vivem no Brasil. Além da realização do curso, também está prevista a publicação de um guia sobre o tema. 

Por meio de uma abordagem intercultural, a programação do treinamento traz conceitos, questões-chave e boas práticas para qualificar e fortalecer o acolhimento psicossocial prestado a essas populações no Brasil. As 38 horas de capacitação serão divididas em 13 aulas síncronas (em tempo real), coordenadas pelas professoras Sylvia Dantas, Carmen Santana e Márcia Zaia da UNIFESP, além de outros professores convidados.

De acordo com o Secretário Nacional de Justiça, Cláudio de Castro Panoeiro, “para melhor atender migrantes e refugiados, é extremamente valioso compreender suas culturas e o contexto que os fizeram deixar seus países de origem, aspectos essenciais de sua saúde mental. Essa formação, ao propiciar a sensibilização desses profissionais da saúde para tais aspectos, aprimora a qualidade dos serviços prestados, com contribuição efetiva na integração social de migrantes e refugiados no País”.

“As competências interculturais são fundamentais no trabalho com a população migrante e refugiada em geral, e particularmente no atendimento psicossocial. Por meio dessa capacitação, queremos fortalecer o apoio dado a esse componente essencial da integração” afirma o Chefe de Missão da OIM no Brasil, Stéphane Rostiaux.

“O curso e o guia ora propostos vêm responder a uma demanda da sociedade brasileira para que o país esteja mais bem preparado para a realidade migratória. Os deslocamentos envolvem processos psicológicos específicos e a compreensão dos mesmos é fundamental para que se realize um trabalho de prevenção e promoção de saúde mental junto à população migrante", reforça a professora da Unifesp responsável pelo curso, Sylvia Dantas.

O curso faz parte das atividades de fortalecimento de capacidades para integração da Iniciativa de Reassentamento Sustentável e Vias Complementares (CRISP), com financiamento dos governos de Portugal e dos Estados Unidos da América.

Serviço

Curso “Saúde Mental e Atenção Psicossocial na imigração e no refúgio”
Início do curso: 2 de julho de 2021
Duração: 13 aulas online em tempo real, que ocorrerão semanalmente às sextas-feiras, entre 10h e 12h, nos meses de julho, agosto e setembro.
Prazo para inscrições: 10 de junho.
Formulário para inscrições: http://bit.ly/formulario-curso-saude
Vagas limitadas