A Organização Internacional para as Migrações (OIM) é a principal organização intergovernamental a promover migração humana e ordenada para o benefício de todos e todas, com presença em mais de 100 países e apoiando 174 estados-membros a melhorar sua gestão migratória. Em 2019, a OIM apoiou 30 milhões de pessoas, incluindo 23 milhões de pessoas em movimento (deslocados internos, migrantes e refugiados), além de 7 milhões de membros das comunidades de acolhida.

A OIM se dedica a promover a migração humana e ordenada para o benefício de todos e todas por meio da prestação de serviços e consultorias a governos e migrantes.

A OIM trabalha para garantir uma gestão migratória que seja ordenada e humana, para promover a cooperação internacional em questões migratórias, para assistir a busca por soluções práticas para problemas de migração e para oferecer assistência humanitária a migrantes que a necessitam, sejam eles refugados, deslocados internos ou outras pessoas em deslocamento. A Constituição da OIM explicitamente reconhece a conexão entre migração e economia, desenvolvimento social e cultural, bem como o direito à liberdade das pessoas de se moverem.   

A OIM trabalha em quatro grandes áreas de gestão da migração: migração e desenvolvimento; promoção da migração; regulação da migração; e prevenindo a migração forçada. Atividades transversais incluem a promoção de uma legislação migratória internacional, debates e orientações sobre políticas, proteção dos direitos dos migrantes, saúde de migrantes e a dimensão de gênero da migração.

No Brasil, a OIM trabalha em estreita colaboração com parceiros governamentais, intergovernamentais e não-governamentais.