Doação de ultrassom reforça atendimentos oncológicos e para grávidas em Boa Vista

 

Brasília - A doação pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) à Secretária Municipal de Saúde de Boa Vista de um ultrassom com alta resolução de imagem permitirá beneficiar até 48 mil usuários do sistema público do município em um ano. A ação complementa as atividades em saúde e de prevenção à covid-19 implementadas pela OIM no estado de Roraima.

“O município possui apenas um ultrassom como o que recebemos hoje. O equipamento será de grande utilidade para ampliar nossa capacidade de atendimento”, destaca o secretário-adjunto de Saúde de Boa Vista, Cássio Murilo Gomes, presente no ato de doação realizado na terça-feira (27).

Os exames reforçarão os diagnósticos de câncer e os exames de pré-natal, beneficiando a comunidade local e de refugiados e migrantes, sobretudo as mulheres grávidas. O Equipamento será instalado no Centro de Tratamento e Prevenção ao Câncer, unidade de referência especializada em diagnóstico de Boa Vista.

“Com a pandemia de covid-19 temos reforçado nossas ações em saúde em Boa Vista, seja com doações de equipamentos, seja com a atuação direta da nossa equipe médica em parceria com a Operação Acolhida. Nosso intuito é apoiar as autoridades nessa resposta emergencial e não deixar ninguém para trás”, afirma o coordenador de saúde da OIM, Mateus Falcão.

 

Ações em saúde em Roraima

Esta foi a quarta doação de equipamentos de saúde realizadas em Roraima este ano. Em março, o município de Pacaraima foi beneficiado com seis estetoscópios cardiológicos adultos infantis de alta precisão, quatro monitores digitais para aferição arterial e quatro nebulizadores portáteis de malha fina.

Em março e abril, a Secretaria Municipal de Saúde de Boa Vista recebeu quatro auto refratores e um eletroencefalograma e a Secretaria Estadual de recebeu dois aparelhos de ultrassom de alta resolução, que foram para a Maternidade em Boa Vista e para o Hospital Geral em Rorainópolis.

Esta e as demais ações em saúde são realizadas com o apoio financeiro do Governo do Japão. O intuito é garantir assistência humanitária nas áreas de atenção primária à saúde por meio do suporte assistencial em saúde a venezuelanos e a população do estado. As atividades são alinhadas e executadas em consonância com o Sistema Único de Saúde e diferentes esferas de governo.