Médicos e enfermeiros da OIM atendem brasileiros indígenas e ribeirinhos em ação na comunidade indígena do Parque das Tribos, em Manaus

Área reúne mais de 3 mil moradores de 35 etnias e terá atendimento permanente realizado em parceria por OIM, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e outros parceiros da comunidade, considerada uma das maiores áreas indígenas urbanas do Brasil.   

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) realizou atendimento a brasileiros indígenas e ribeirinhos no Amazonas nesta quarta-feira (17). A ação foi realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) e com a própria comunidade, representada por Agentes de Saúde Indígenas e pelo líder do território, cacique Ismael Munduruku. As ações priorizaram o atendimento a homens adultos, em alusão à campanha Novembro Azul, de prevenção ao câncer de próstata.

No total, quase 100 moradores participaram de palestras sobre saúde preventiva, fizeram testagem para HIV, e 50 deles receberam atendimento médico e de enfermagem pelas equipes de saúde da OIM e da Semsa.

A presença dos profissionais de saúde da OIM foi festejada pelos servidores da Secretaria Municipal, pelos agentes comunitários e pelos beneficiários. A Agente de Saúde Indígena Jéssica Suelen, da etnia Baniwa, lembrou da parceria que já havia sido realizada no primeiro semestre e como foi possível aumentar e melhorar em qualidade os atendimentos com o apoio da OIM. “Conseguimos ter um atendimento mais frequente. Durante os períodos mais críticos da pandemia da Covid-19, a OIM foi nosso braço direito, parceiros mesmo”.

 “A equipe de saúde da OIM criou um vínculo com a comunidade indígena. Com certeza é um apoio que faz muita diferença”, confirmou Graciete Carvalho, coordenadora da Saúde Indígena do Distrito de Saúde (DISA) Oeste, da Secretaria Municipal de Saúde.

Se para os profissionais de saúde do sistema público, o trabalho da OIM faz diferença, para os beneficiários significa um apoio determinante no acesso aos serviços de saúde neste momento de pandemia. A dona de casa Gerusa M. levou os pais, Sinésio, de 86 anos, e Maria, de 85 anos, para se consultar e disse que dificilmente conseguiria se deslocar para um posto de saúde. “O atendimento foi muito bom. Meu pai tem tuberculose e está com dificuldade de caminhar. Não temos carro. Seria muito difícil chegar a um posto de saúde”, completou.

Lucas T., outro indígena atendido pelas equipes da OIM e Semsa, se disse “privilegiado” por receber atendimento médico na própria comunidade. “Nem todos têm condições de ir a um posto de saúde ou pagar um médico particular. Esse atendimento é um diferencial”.   

“A OIM não é apenas uma parceira, mas é uma organização irmã da comunidade do Parque das Tribos”, concluiu o cacique Ismael Munduruku. “Estamos felizes de trabalhar juntos novamente”.

Doenças recorrentes e prevenção

Na primeira ação já foi possível fazer uma avaliação preliminar de algumas necessidades da comunidade. A equipe de saúde identificou vários casos de hipertensão e sintomas de diabetes. Também houve muitos relatos de sequelas da Covid-19 - a comunidade do Parque das Tribos foi uma das mais atingidas no estado - como dores no corpo, dificuldades de respirar e mesmo casos de síndromes respiratórias e tuberculose.

Também foi possível identificar que a comunidade responde quando é chamada para campanhas e ações preventivas. Voltada para os homens da comunidade, na ação desta quarta-feira, vários foram encaminhados para coleta de sangue de PCA e alguns aceitaram fazer o exame de toque retal, um tabu que até a atualidade dificulta o diagnóstico do câncer de próstata.

Unidade Básica de Saúde

O atendimento desta quarta-feira foi realizado no chamado “Malocão”, uma área coletiva da comunidade, muito utilizada nos momentos mais críticos da Covid-19. Porém, em breve a comunidade será beneficiada com uma Unidade Básica de Saúde (UBS). A obra foi anunciada pelo prefeito de Manaus na última segunda-feira, 08.   

As atividades da OIM para a população brasileira indígena e ribeirinha é feita com o apoio da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).