Campanha informativa contra tráfico de pessoas reforça ações de prevenção no Brasil

Foz do Iguaçu – Para ampliar a conscientização da população e apoiar ações preventivas contra o tráfico de pessoas, o projeto Eurofront lançou uma série de materiais informativos às vésperas do dia mundial de enfrentamento ao tráfico de pessoas, celebrado em 30 de julho. O projeto possui financiamento da União Europeia e é implementado pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) em parceria com o Instituto Internacional Ítalo-Latino-Americano (IILA) e a Fundação Internacional e Ibero-americana de Administração e Políticas Públicas (FIIAPP).

Em ação presencial em Foz do Iguaçu (PR), a equipe do IOM entregou panfletos, cartazes e adesivos a servidores públicos, organizações da sociedade civil e Polícia Federal para distribuição às pessoas que circulam na tríplice fronteira com Paraguai e Argentina. Nas redes sociais e em evento realizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em Brasília, também foram compartilhados cards e vídeos informativos.

O evento no MJSP marcou o lançamento da campanha na presença de autoridades do Governo Federal, a representante da União Europeia no Brasil, Ana Beatriz Martins, e o encarregado de negócios dos Estados Unidos no Brasil, Douglas Koneff. A pasta assinou ainda dois acordos de cooperação para ampliar o atendimento a vítimas de tráfico de pessoas.

“Coroamos o dia de combate ao tráfico de pessoas com o lançamento das peças de comunicação de prevenção ao tráfico de pessoas, uma iniciativa do projeto Eurofront, OIM e União Europeia [...] mais uma demonstração que somar esforços é o pressuposto maior para o efetivo enfrentamento ao tráfico de pessoas”, destacou o secretário-executivo do MJSP, Márcio Nunes de Oliveira.

O tráfico de pessoas é uma grave violação aos direitos humanos e ações de alerta ajudam a população a identificar possíveis vítimas e acionar os canais de socorro. Os materiais de comunicação são distribuídos tanto em português como em espanhol, facilitando o acesso para a população migrante, potenciais vítimas desse crime.

Para a coordenadora de projetos da OIM Natália Maciel “é de extrema importância que possamos distribuir esse material em uma semana que escolhemos dar luz a um crime que passa, muitas vezes, despercebido. É papel da OIM trabalhar com o governo e com a sociedade civil para que os mecanismos de enfrentamento e proteção às possíveis vítimas estejam cada vez mais fortalecidos”.

O projeto EUROFRONT visa aperfeiçoar os mecanismos de coordenação entre Argentina, Brasil, Paraguai, Colômbia, Peru, Bolívia e Equador, países envolvidos na iniciativa, e dar suporte ao enfrentamento ao tráfico de pessoas e ao contrabando de migrantes, considerando que a América do Sul é uma das principais regiões afetadas por esse crime.

No Brasil, em caso de suspeita de caso de tráfico de pessoas, o disque 100 e o ligue 180 recebem denúncias e possuem atendimento em português e espanhol.

Para baixar o panfleto informativo em português clique aqui Para baixar o panfleto informativo em espanhol clique aqui