Afeganistão: 24 milhões de dólares são necessários com urgência para ajuda humanitária

Genebra - A Organização Internacional para as Migrações (OIM) lançou um apelo de 24 milhões de dólares para impulsionar a resposta às crescentes necessidades humanitárias no Afeganistão, incluindo centenas de milhares de pessoas internamente deslocadas nos últimos dois meses. 

Mais de cinco milhões de pessoas já estão internamente deslocadas no Afeganistão e dependem de ajuda humanitária. Foto: Muse Mohammed/ OIM 2021

“Estamos trabalhando para mobilizar uma resposta ampliada às necessidades mais urgentes para salvar vidas,” disse o Chefe de Missão da OIM no Afeganistão, Stuart Simpson.

"Nossas atividades humanitárias permanecem onde é possível, dependendo de acesso e segurança. Deslocamentos em grande escala, motivados por conflitos e pela seca e exacerbados pela pandemia da COVID-19, estão causando um aumento da pobreza e segurança alimentar, criando grandes necessidades humanitárias e de proteção no país.” 
 
As prioridades incluem abrigamento, itens não-alimentares, água, saneamento, higiene, saúde e proteção, assim como assistência humanitária multissetorial em áreas fronteiriças, subsistência de emergência e coesão social, afirma Simpson.

Há cerca de 5,5 milhões de deslocados internos no Afeganistão, incluindo mais de 550 mil pessoas recentemente deslocadas em 2021, cuja quase metade fugiu de suas casas desde julho. 

 “Abrigos inadequados e acesso insuficiente a instalações sanitárias e de saúde resultaram em condições de vida extremamente precárias para as famílias afetadas,” afirmou Simpson. “Nossa resposta depende de acesso irrestrito e de garantias para a segurança de todo o quadro de funcionários.” 
 
O apelo da OIM, baseado em dados e avaliações de equipes de rápida resposta e monitores de proteção, se une aos 1,3 bilhões de dólares pedidos por todos os parceiros do atual Plano de Resposta Humanitária ao Afeganistão. No início de 2021, metade da população afegã, de 40 milhões de pessoas, já pediu assistência humanitária, incluindo 10 milhões de crianças, e espera-se que as necessidades aumentem. 

 

Leia o texto em inglês.